Sobre nós

Rotas

Loja Online

Experiências

Eventos

Vouchers

Vip service

Contactos

Termos e Condições
RNTT
RNAAT nº 650/2015


1. A HELIBRAVO III – TURISMO, LDA., detentora da marca “LISBON HELICOPTERS” e doravante assim designada, é uma participada da HELIBRAVO-AVIAÇÃO, LDA. pertencente ao Grupo SODARCA.

2. A sede da HELIBRAVO III – TURISMO, LDA. é no Aeródromo Municipal de Cascais, Hangar 8, 2785-632 S. Domingos de Rana, com operação no heliporto João Maria Bravo, sito em Algés.

3. A HELIBRAVO-AVIAÇÃO, LDA. é detentora de um Certificado de Operador Aéreo para operações de transporte comercial de passageiros, emitido pela ANAC com o N.º PT-01/94/68. Todos os voos realizados pela LISBON HELICOPTERS são operados pela HELIBRAVO-AVIAÇÃO, LDA. e por pilotos por esta autorizados.

4. Os passageiros com idade igual ou superior a 18 anos, ao embarcar no helicóptero, concordam com os nossos Termos e Condições disponíveis em www.lisbonhelicopters.com/loja e nas nossas instalações sitas no heliporto em Algés.

5. É vedado o embarque a passageiros menores de 18 anos quando não acompanhados do seu responsável legal ou de um adulto, desde que, neste último caso, seja apresentado o termo de responsabilidade (disponibilizado pela Lisbon Helicopters) preenchido e assinado pelo responsável legal.

6. Todos os passageiros, com idade superior ou inferior a 18 anos, devem ser portadores de documento de identificação válido com fotografia.

7. Os tempos das rotas publicitadas são aproximados e podem variar dependendo das condições climatéricas e outras circunstâncias imprevistas.

8. A LISBON HELICOPTERS e o operador de transporte aéreo reservam-se o direito de alterar, cancelar, atrasar ou reprogramar qualquer voo/experiência devido a restrições temporárias de voo, condições climatéricas desfavoráveis, dificuldades operacionais e/ou técnicas.

9. Os voos/experiências podem exigir um número mínimo de passageiros para operar.

10. Previamente ao embarque, todos os passageiros estão obrigados a assistir a um briefing sobre condições de segurança no voo.

11. O limite de peso por passageiro é de 125Kg com o peso máximo total permitido de 235Kg por helicóptero, com limite de 3 pessoas. A LISBON HELICOPTERS reserva o direito a efetuar a pesagem dos passageiros para efeitos de verificação de capacidade de voo.

Caso 1 ou 2 passageiros atinjam o limite máximo de peso permitido, a Lisbon Helicopters reserva-se o direito de realizar o voo numa das seguintes condições:

1. O (s) passageiro (s) providencia 1ou 2 passageiros com peso compatível;
2. O preço total do voo (total para três passageiros) é suportado integralmente pelo passageiro (s);
3. O (s) passageiro (s) aceita voar com outros dois passageiros providenciados pela Lisbon Helicopters;
4. O (s) passageiro (s) aceita reduzir o tempo de voo em 1/3.


12. As crianças não podem realizar o voo ao colo de um adulto. Todas as crianças devem ter no mínimo 2 anos de idade e ter altura suficiente para se sentarem no seu próprio lugar, seguras com um cinto de segurança padrão para poderem voar. Crianças com menos de 2 anos não podem voar.

13. Passageiros sob a influência de substâncias alcoólicas e/ou psicotrópicas não podem voar e sua permanência não é permitida nas instalações do heliporto.

14. A LISBON HELICOPTERS e os seus colaboradores reservam-se no direito de considerar qualquer passageiro não apto para voar.

15. É proibido fumar dentro das instalações do heliporto e dentro do helicóptero.

16. Preços, disponibilidade, experiências e rotas turísticas estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.

17. Na data e hora de realização do voo/experiência todos os dados necessários para a realização do voo/experiência serão confirmados pelos colaboradores da LISBON HELICOPTERS.

MÉTODOS DE PAGAMENTO, CANCELAMENTOS E POLÍTICA DE REAGENDAMENTO


18. Os métodos autorizados para pagamento são os seguintes: dinheiro, transferência bancária ou cartão de crédito/débito. Os pagamentos terão de ser realizados antecipadamente.

19. Dentro das 24 horas antes da hora agendada para a realização do voo ou experiência não é possível o reagendamento dos mesmos.

20. Os voos e/ou experiências reagendadas entre as 48 horas e as 24 horas antes da hora agendada para a sua realização, estão sujeitas ao pagamento de um valor de reagendamento de € 25,00 por pessoa.

21. Os voos e experiências podem ser remarcadas gratuitamente, desde que o reagendamento seja realizado até ao limite das 48 horas antes do horário programado para o voo e/ou experiência.

22. O reagendamento ficará sujeito à disponibilidade das operações da LISBON HELICOPTERS.

23. A não comparência num voo e/ou experiência agendado, sem aviso prévio de pelo menos 24 horas, implica a anulação da reserva, não sendo devido o reembolso de qualquer valor, nem realizado o voo e/ou experiência posteriormente.

24. A LISBON HELICOPTERS reserva-se o direito de reagendar qualquer voo ou cancelá-lo sem aviso prévio, se os passageiros não comparecerem nas instalações da LISBON HELICOPTERS pelo menos com 15 minutos antes da hora agendada para realização do voo e/ou experiência.

25. O voo/experiência adquiridos não são, em caso algum, reembolsáveis.

RESPONSABILIDADE


26. A LISBON HELICOPTERS não pode ser responsabilizada por quaisquer objetos perdidos e/ou furtados nas suas instalações.

27. Os voos e/ou experiências podem incluir alguns elementos de risco. A LISBON HELICOPTERS não assume qualquer responsabilidade por quaisquer danos ocorridos nas suas instalações.

28. Se o helicóptero estiver equipado com flutuadores pop-out, por favor não pise no patinador, o mesmo pode danificar os flutuadores.

29. Os passageiros serão responsáveis por todos os danos causados ao equipamento e às instalações da LISBON HELICOPTERS, desde que a sua conduta tenha sido negligente, imprudente ou intencional. A responsabilidade por danos abrange equipamentos pertencentes a terceiros, como aeronaves e outros.

30. Ao embarcar concordo em cumprir com todas as regras e avisos constantes dos Termos & Condições, e seguir todas e quaisquer instruções dadas pelos colaboradores da LISBON HELICOPTERS.

31. Ao embarcar os passageiros declaram não ter conhecimento de quaisquer limitações físicas, médicas, incluindo as relacionadas com Coronavírus, e/ou incapacidades físicas/mentais que o limitem ou impeçam de realizar o voo e/ou experiência contratada, de forma segura e sem colocar em risco a saúde de terceiros.

32. A LISBON HELICOPTERS e o operador de transporte aéreo de passageiros promovem medidas de prevenção sanitárias de acordo com o exigido pela DGS, sendo as mesmas as necessárias e suficientes ao serviço que prestam.

33. Para embarcar os passageiros terão que utilizar os EPI’sexigidos pelo plano de contingência COVID-19 da LISBON HELICOPTERS, bem como realizar os procedimentos de medição de temperatura realizada pelos colaboradores da LISBON HELICOPTERS, sem os quais não vai ser permitido o embarque nem a permanência nas instalações da LISBON HELICOPTERS. A recusa de cumprimento destes procedimentos equivale ao cancelamento injustificado do voo aplicando-se o previsto no ponto 23 destas condições de venda.

SEGURANÇA


34. Aos passageiros não é permitido transportarem objetos volumosos a bordo do helicóptero. A LISBON HELICOPTERS reserva-se o direito de decidir, a seu próprio critério, quais os objetos aceites e embarcados no helicóptero. É da responsabilidade dos passageiros deixar os objetos num local seguro, não tendo a LISBON HELICOPTERS qualquer responsabilidade por perda, dano, furto, roubo ou destruição dos mesmos.

35. Os passageiros não podem ser portadores de qualquer tipo de arma, incluindo armas de fogo, facas, ferramentas, artigos desportivos ou objetos cortantes que possam causar danos corporais, gases comprimidos, materiais inflamáveis e explosivos, íman, veneno, ácido, material radioativo e drogas são proibidos dentro da aeronave e nas instalações.

36. Os passageiros devem seguir todas as recomendações da LISBON HELICOPTERS e do seu staff.

37. Todos os voos são para não fumadores. Fumar a bordo do helicóptero não é permitido e é punível por lei.

38. Os passageiros devem abster-se de fotografar com flash. Certifique-se de que o flash do seu dispositivo está definido para "desligado".

39. Os passageiros são responsáveis pelos objetos que transportam, devendo protegê-los.

40. Os passageiros não podem interferir com os deveres de voo do piloto.

41. Os passageiros não podem desapertar o cinto de segurança durante o voo ou abrir a porta do helicóptero, a menos que seja necessário, em caso de emergência, ou quando solicitado pelo piloto ou pela sua equipa.
´